Posts

Sexta-feira, 12 de Março de 2010

Tu és tão dificil. És um livro por abrir. Eu sou um livro já aberto e possivelmente até já lido. Sou tão transparente, como a àgua. Eu tento ser tudo e faço tudo. Tudo para gostares de mim como eu gosto, sentires o que eu sinto. O amor é uma porta aberta. O teu coração é um baú fechado. Atravesso caminhos e tento nadar contra correntes mas a chave nunca está ao meu alcance. Só quero algo constante, sentir que me amas todos os dias e que me desejas em todos os minutos. Será pedir muito? O amor é muito? Para mim isso chega-me.

«Pior do que não ter dado pela falta dela quando partiu, é não ter reparado na sua presença quando a tinha».

 

with love, ritab às 21:43

óh, que texto tão lindo !
favoritos!

*.*
fii a 12 de Março de 2010 às 22:19

sim , é verdade que numa relação ambas as partes têm de dar algo por ela , mas ter sido só dele a maior parte da culpa ? não tanto assim ... (;
mas obrigada (:
fii a 12 de Março de 2010 às 22:25

omg, que post lindo, a ultima frase faz tanto sentido $;
beijinho.
m i a . a 12 de Março de 2010 às 22:26

o problema é que algumas pessoas que conheço acompanham-no, e não posso meter os posts privados porque essas pessoas também têm blog e de um modo qualquer elas arranjariam maneira de ver tudo o que escrevo :s
Francisca a 12 de Março de 2010 às 22:31

Lindo *-* e muito verdadeiro *-*
Effy_Edwards a 12 de Março de 2010 às 23:18

que texto mais lindo!!! estás com ele? estás feliz? vê lá, querida! tens uma vida à tua frente, não deixes que ele te faça infeliz!
Rita a 13 de Março de 2010 às 11:05

adorei o post, querida. (L)
inês. a 13 de Março de 2010 às 11:32

:)
monique a 13 de Março de 2010 às 12:17

Obrigada pelas palavras. (:
Vou começar a seguir o teu conselho. Obrigada.
Beijinhos.
c. a 13 de Março de 2010 às 12:20



ooh

Agora já vejo melhor as letras :)
inês a 13 de Março de 2010 às 13:03